Alta Temporada de Orlando – Magic Kingdom

Fala, galera!

Primeiramente, quero pedir mil desculpas a todos os que leem o blog: minha mãe, minha irmã e algum “robô” maldito que tenta postar links suspeitos nos comentários.

Entretanto, se, por acaso, você acabou caindo no meu blog por algum motivo, vou passar aqui minhas dicas sobre como tentar aproveitar melhor os parques de Orlando e Tampa durante a temporada de julho, a mais cheia e mais frequentada pelos brasileiros.

Durante essa época do ano, muitos grupos seguem pra lá. Eu mesmo estarei mais um ano com um grupo da ABT, mas se você vai sozinho, também deveria seguir algumas regras, para poder aproveitar melhor.

A primeira delas parece bem óbvia, mas muita gente não segue, quando vai por conta própria: CHEGAR CEDO! Se possível, “abra” o parque! Esteja lá bem cedo, assista a cerimônia de abertura. Depois de uma hora, alguns brinquedos já estão com filas enormes!

Depois dessa dica, que vale para TODOS os parques, vou falar de parqueamento, que é a ordem na qual eu te aconselho a fazer cada atração. Apesar de ter uma base parecida, as dicas que eu passo aqui são para pequenos grupos, de família, com pouca gente. Para os grupos maiores, como os de excursão, o planejamento é diferente, até por causa de agendamento de FastPass+, horários de almoço, etc.

Vou falar de um parque por post e, no caso, o de hoje é sobre o Magic Kingdom. Não vou entrar em detalhes sobre cada atração. Depois, se eu achar necessário, eu faço uma postagem detalhada de cada parque, atração por atração, mas esse aqui é para prestar um “serviço”, para te deixar menos perdido.

Vou deduzir que você não tenha agendado FastPass+ para nenhuma atração, como acontece com muitos brasileiros.

Ah! Outra dica que serve para qualquer parque, primeiro faça as atrações mais populares, depois você para e tira foto. Mesmo que esteja encantado com tudo, e você estará, resista ao impulso de tirar foto logo de cara.

Foto: Fernando Andrade

Apesar do encantamento, resista e deixe para tirar fotos na frente do castelo depois de fazer as principais atrações.

Vamos lá?

Assim que entrar no Magic Kingdom, siga direto para a Fantasyland! É a área que fica atrás do castelo da Cinderella! Chegando lá, já entre na fila para a montanha-russa mais nova, o Trem da Mina dos Sete Anões. Se você deixar para depois, corre um sério risco de encontrar filas com mais de três horas de espera.

Depois, já que está na Fantasyland, te aconselho a “circular” o parque e ir fazendo as atrações por grupo. O que eu faço, quando vou com a minha família, é seguir para a Pequena Sereia e, na sequência, ir para o Mickey’s PhilharMagic, seguido por It’s It’s a Small World.

Foto: Fernando Andrade

O Pequeno Mundo (It’s a Small World) é um dos brinquedos mais clássicos do parque, idealizado pelo próprio Walt Disney e apresentado na Feira Mundial de 1964.

Uma outra alternativa, se você tiver criança pequena no grupo, é sair do trem e ir para a atração do Ursinho Pooh, seguindo, depois, para Peter Pan. Depois deles, PhilharMagic e It’s a Small World. Eu até costumo ir aos dois quando vou em família, mesmo sem criança, mas é pelo valor afetivo, já que trabalhei como operador de atrações na Fantasyland, mas, se todos no seu grupo tiverem mais de oito anos, provavelmente, o Pooh vai ser chato e o Peter Pan irrelevante.

Depois das atrações da Fantasyland, siga para a Haunted Mansion. A Haunted Mansion fica na Liberty Square. Dependendo do horário, você já pode almoçar por ali mesmo, no Columbia Harbor House. Se ainda não estiver com fome, siga para a Frontierland. “Ah! Mas só tem um ‘brinquedo’ na Liberty Square?” Não, mas você não vai perder seu tempo precioso, em julho, no Hall dos Presidentes (apesar de eu fazer isso no meu tempo livre).

Foto: Fernando Andrade

Apesar de “assombrada” a Haunted Mansion diverte adultos e crianças.

Chegando na Frontierland, veja as situações de Big Thunder Mountain e Splash Mountain. É possível que um dos dois não esteja funcionando, já que sempre quebram. Se um estiver parado, siga para o outro. Se os dois estiverem funcionando, meu conselho é de fazer primeiro a Splash Mountain.

O motivo nem é tanto a fila, que, a essa hora, já deve ser grande nas duas montanhas. O motivo é outro. Se você foi rápido e ainda não almoçou, é bem provável que almoce depois dessas duas. Então, você vai se molhar na Splash Mountain e vai ter um tempinho para se secar, enquanto espera para andar na Big Thunder Mountain.

Supondo que você tenha acabado de almoçar no Columbia, quando saiu da Haunted Mansion, a Splash Mountain, apesar de molhar, sacode bem menos, então a sua digestão vai ser mais tranquila.

Foto: Fernando Andrade

Em um calor que beira os 40ºC, um “mergulho” com a Splash Mountain é refrescante e torna o brinquedo um dos mais populares do parque no verão americano.

Logo ao lado da Frontierland, a Adventureland tem como principal atração Piratas do Caribe, com Jack Sparrow, uma das minha rides favoritas! Mas, para minha tristeza, ela está fechada, passando por renovações. Ainda na Adventureland, um clássico dos parques Disney: Jungle Cruise! É uma atração que muitos grupos de excursão não fazem, mas eu costumo ir com a minha família e acho que, principalmente se você tem criança, vale bem a pena.

Depois, atravessando a Main Street, você chega na Tomorrowland. A exemplo da Big Thunder Mountain e da Splash Mountain, a principal atração também já estará com fila grande, a famosa Space Mountain. Conforme-se e entre na fila! Quando sair, faça o Buzz Lightyear e, na sequência, o Stitch.

Foto: Fernando Andrade

Outra das principais atrações do Magic Kingdom, a Space Mountain é muito popular entre quem curte brinquedos radicais.

Essa sequência não está levando em conta horários de shows, paradas e fogos. Para isso, no dia, você vai pegar um papel com os horários e ficar ligado. O melhor lugar para assistir todos eles é na Main Street, mas você vai ter que chegar com antecedência, se quiser um lugar legal. Inclusive, já falei sobre isso aqui no blog, quando escrevi sobre o Wishes.

Foto: Fernando Andrade

Fique atento ao horário de desfiles, shows e queimas de fogos.

Mais umas dicas, caso você esteja com criança, em frente ao Jungle Cruise tem o Tapete Mágico do Aladim. Atrás da Fantasyland, o Storybook Circus tem o Dumbo e a montanha-russa do Pateta. Essa atrações são voltadas para a criançada, mas os adultos também podem ir, mesmo desacompanhados.

Foto: Disney Cast Member

Nenhum passeio nos parques da Disney é completo sem fotos com os personagens. No Magic Kingdom, dá até para conversar com o Mickey.

Como eu falei, depois de fazer as atrações principais, você vai ter bastante tempo para tirar fotos. Inclusive com os personagens. Esse aí de cima dispensa apresentações, mas tem uma curiosidade. O Mickey do Magic Kingdom é o primeiro personagem falante, tirando príncipes, princesas e afins.

O Mickey fica logo na entrada do parque, no Town Square Theater, mas outros personagens estão espalhados pelo parque.

Entre os principais, destaque para Donald, Pateta, Minnie e Margarida, no Storybook Circus. Se tiver alguma menina no grupo, é possível encontrar as princesas na Fantasyland, em frente ao carrossel.