Miami Para os Duros: Transporte Público – Metromover e Trolley

Todos os meus três leitores frequentes sabem que eu sou duro e, por isso, adoro dar dicas de programas gratuitos ou baratos, como fiz no último post, sobre o United States of Bass e o Bar Gramps. Aliás, já fiz isso em Nova York, com a série “Nova York Para os Duros“. Além disso, economizar sempre foi bom, mas, com o dólar nas alturas, está se tornando fundamental!

Foto: Fernando Andrade

Com apenas um vagão, Metromover leva os passageiros da Linha Omni Loop ao centro de Miami.

Só que aqui em Miami, além de programas grátis, você também conta com transporte público grátis!

Mas, antes que você suba no busão ou tente entrar no metrô de Miami sem pagar, vamos deixar claro que você tem duas opções de transporte gratuito: o METROMOVER e o TROLLEY.Nem todas as regiões de Miami são atendidas por eles, mas eles são integrados com outros sistemas de transporte, como metrô e ônibus convencional.

Para quem já foi a Orlando, aos parques da Disney, o Metromover parece uma versão reduzida do monorail que passa por alguns hotéis, além de Magic Kingdom e Epcot. A diferença é que as composições têm só um ou dois vagões e não têm condutor.

Foto: Fernando Andrade

Sinalização eletrônica indica a direção do próximo Metromover chegando à estação.

Apesar dos poucos vagões, eu ainda não o peguei lotado. Para falar a verdade, a vez em que ele estava mais cheio foi no dia em que fomos ao jogo do Miami Heat. Agora, para fazer justiça, eu estou aqui a passeio e não sei como ele fica na hora do rush.

Eu acredito até que não seja tão problemático, mesmo nos horários de pico, já que os intervalos não são grandes. Segundo o site da prefeitura de Miami, nas horas de maior movimento, os carros chegam a cada 90 segundos. Nos períodos mais calmos, a espera é de três minutos. Não parei para cronometrar, mas, de fato, nunca precisei esperar muito pelo metro mover, não.

Para pegar o Metromover, basta subir até a estação e esperar que ele chegue. Simples assim!

Foto: Fernando Andrade

Sem catracas, as estações do Metromover têm acesso livre aos passageiros.

O Metromover tem três linhas, como vocês podem ver no mapa aqui de baixo. Elas são integradas, com várias estações em comum e fazem conexão com o metrô na estação Government Center.

Imagem: Site da Prefeitura de Miami Dade - http://www.miamidade.gov/transit/metromover.asp

Imagem: Site da Prefeitura de Miami Dade – http://www.miamidade.gov/transit/metromover.asp

A linha Inner Loop, fica só pelo centro de Miami. A linha Omni Loop, liga o centro de Miami a School Board. Já a linha Brickell Loop, liga o centro ao distrito financeiro e a Brickell

Outra coisa importante, principalmente para o turista brasileiro, que se amarra em postar uma foto em tudo quanto é lugar que vai, o Metromover conta com WIFI GRÁTIS!

Foto: Fernando Andrade

Com uma aparência que lembra a dos bondes antigos, os trolleys contam com sete linhas e servem boa parte da cidade de Miami.

Já o trolley é esse microônibus simpático, com cara de bonde. É super fácil de reconhecer, até pela combinação discreta de cores, além da aparência de antigo. Honestamente, eu acho que o trolley é super bacana, com o interior todo em madeira, desde bancos e paredes, até o painel do motorista.

Foto: Fernando Andrade

O interior de madeira é outra tradição que os trolleys de Miami mantiveram dos antigos bondes.

O Miami Trolley conta com sete rotas: Allapattah, Biscayne, Brickell, Coral Way, Health District, Stadium e Overtown. Muitas delas, contam com estações próximas umas das outras, então, muitas vezes, basta fazer uma baldeação.

Foto: Fernando Andrade

Ponto do Miami Trolley, em frente ao ginásio do Miami Heat, a American Airlines Arena.

No site official do Miami Trolley, você encontra os mapas e horários de cada rota, além dos pontos de interesse de cada uma, mas só para citar alguns exemplos, ele te leva ao Marlins Park (estádio de beisebol do Miami Marlins – rota Stadium), ao American Airlines Arena (ginásio do Miami heat – rotas Biscayne e Coral Way), Bayside Marketplace (shopping – rotas Biscayne e Coral Way), The Shops at Midtown (shopping – rota Biscayne), Vizcaya Museum (museu – rota Brickell), PortMiami (porto de onde saem os navios de cruzeiro – rota Coral Way) e principais hospitais (rotas health District e Stadium). Enfim, o ideal é que você olhe no site e veja a rota que atende melhor as suas necessidades.

Mais uma dica é você baixar o aplicativo MiamiTrolley para o seu celular. Dessa forma, você pode ter uma noção do tempo que o seu trolley vai levar para chegar ao ponto mais próximo de onde você está.

Foto: Fernando Andrade

Com um suporte localizado na frente, os trolleys podem carregar até duas bicicletas de cada vez.

Outra informação legal é que, se você for ciclista, pode levar a bicicleta no trolley. As bikes viajam do lado de fora, em um rack que fica na frente, como também acontece nos ônibus convencionais.

Se quiser ficar por dentro de tudo que ando fazendo e por onde estou andando, é só me seguir nas redes sociais!
Fernando Andando no Facebook
Fernando Andando no Instagram
Fernando Andando no Youtube
Fernando Andando no Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.