Compras em Miami: The Shops at Midtown

E aí? Já que economizamos no transporte e na night/balada, vamos gastar nas compras, afinal, é para isso que muitos de nós, brasileiros, acabamos optando por vir a Miami.

Eu já estou fazendo fotos e visitando alguns shoppings mais famosos entre os brasileiros, como o Bayside Marketplace, o Dolphin Mall e Sawgrass Mills, mas resolvi começar pelo lugar em que encontrei menos brasileiros. Para falar a verdade, só esbarrei em duaas famílias de brasileiros, ainda assim na hora do almoço (e vocês vão entender o motivo).

Foto: Fernando Andrade

Instalações do brasileiro Romero Britto enfeitam a praça de Midtown.

Midtown não chega a ser um shopping center, mas uma região da cidade, com alguns quarteirões, em que uma boa quantidade de ótimas lojas se reúnem. Eu diria que, para o turista brasileiro que está só de passagem, com poucas horas na cidade, pode ser a melhor opção.

Por que a melhor opção? Porque as lojas têm menos filas, são menos cheias e você não vai perder tanto tempo rodando de loja em loja, como nos shoppings.

Ah! Mas e o preço? Nos Outlets não é mais barato? Sim e não! Em Midtown, você vai encontrar lojas como Marshalls e Ross, que possuem preços semelhantes em qualquer lugar em que estejam instaladas. Para quem não conhece, as suas lojas vendem produtos variados, de grandes marcas, por um preço muito mais em conta, já que, geralmente, são peças que encalharam ou de coleções anteriores.

Foto: Fernando Andrade

Na Marshalls de Midtown, você encontra produtos de grandes marcas, como Ralph Lauren, Tommy Hilfiger, Nike e Adidas, por preços bem em conta.

É difícil passar preços, por nunca vou conseguir falar de produtos que interessem a  todos, mas olhei algumas coisas que são campeãs de vendas entre a brasileirada. Lembrando, obviamente, que esses foram preços que eu encontrei. Pode ser que você ache preços diferentes, mas esses são os valores que eu costumo achar em todas as lojas da Marshalls e da Ross em que eu vou, então não deve variar muito.

Na Marshalls:
– Camisa pólo Ralph Lauren clássica: de US$ 89,50, por US$ 34,95;
– Camisa pólo Tommy Hilfiger clássica: de US$ 49,50, por US$ 24,99;
– Bolsa feminina Calvin Klein: de US$ 90,00, por US$ 26,99;
– Camiseta Adidas: de US$ 20,00, por US$ 7,99;
– Camiseta Nike Running: de US$ 31,00, US$ por US$ 16,99.

Na Ross:
– Camisa pólo Tommy Hilfiger clássica: de US$ 49,50, por US$ 24,99;
– Camisa pólo Tommy Hilfiger de malha: de US$ 49,50, por 19,95;
– Bolsa da viagem Tommy Hilfiger: de US$ 80,00, por US$ 21,99;
– Camiseta Reebok: de US$ 30,00, por US$ 9,99;
– Camiseta Adidas: de US$ 30,00, por US$ 12,00.

Foto: Fernando Andrade

Uma das maiores redes de lojas especializadas em materiais esportivos, a Sports Authority costuma fazer promoções na unidade de Midtown, em Miami.

Para quem pratica esportes, outra coisa legal de Midtown é que você conta com uma Sports Authority, uma das maiores redes de lojas de artigos esportivos do mundo. E o melhor, eles costumam sempre ter promoções. Normalmente, assim que você entrar na loja, bem no corredor à sua frente, você vai encontrar os produtos em liquidação (clearance). São camisas, sapatos, shorts, calças, casacos e muito mais. Honestamente, a minha maior dificuldade não foi encontrar algo que eu gostasse, mas me controlar para não comprar algo que eu não precise.

Para a mulherada, Midtown oferece, ainda, uma loja de fábroca da Guess. Bom? Pois fica ainda melhor. Além de ser uma loja de fábrica, o que já significa que é mais barato, eles costumam fazer promoções. No dia em que fui fazer essas fotos, por exemplo, eles ainda estavam com desconto de 50% sobre o preço mais barato.

Foto: Fernando Andrade

Além do preço já abaixo do regular, comum em lojas de fábrica, a “Guess Factory Store” ainda promove promoções frequentes.

Seguem mais algumas lojas mais famosas de Midtown:
– Carter’s (roupas infantis);
– Five Guys Burgers and Fries (na minha opinião, melhor restaurante de rede de fast food dos EUA);
– FootLocker (sapatos e artigos esportivos);
– Lime Fresh Mexican Grill (comida mexicana e tex-mex – peça o steak burrito);
– Nordstrom Rack;
– Osh Kosh B’gosh;
– PetSmart (produtos para animais de estimação – petshop);
– Subway;
– Target (supermercado e principal concorrente do Walmart);
– Toys ‘R’ Us (maior varejista de brinquedos do mundo).

Lembra das duas famílias de brasileiros? Então, para fechar o dia, se já estiver com vontade de uma comidinha brasileira, ainda rola um Giraffas. Na verdade, eu nunca fui ao Giraffa’s no Brasil, mas aqui, por um dever com o blog, achei que deveria ir, já que as postagens são voltadas aos brasileiros e uma das reclamações que mais escuto é que “nos Estados Unidos só tem hambúrguer, pizza e cachorro-quente”. Então, se é assim, vamos de arroz, feijão, farofa, vinagrete, picanha e guaraná!

Foto: Fernando Andrade

Para matar a saudade da comida do Brasil, uma picanha com arroz, feijão e farofa no Giraffa’s

Ah! Não vou fazer um post só sobre o Giraffa’s, então minha nota para a comida é 9,0! Achei tudo muito bom, mas poderia virum pouco mais de feijão. Se for para avaliar só a picanha, sem qualquer exagero, nota 10! Surpreendentemente boa! Esperava muito menos!

Para chegar lá, você pode ir de trolley, o transporte gratuito que eu falei no post anterior (linha Biscayne/Brickell), ou, se preferir ir de carro, o endereço, para quem quiser colocar no GPS, é 3401 North Miami Avenue, Miami.

 

Se quiser ficar por dentro de tudo que ando fazendo e por onde estou andando, é só me seguir nas redes sociais!
Fernando Andando no Facebook
Fernando Andando no Instagram
Fernando Andando no Youtube
Fernando Andando no Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.